quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Foi desvendado o caso octopus....

O estranho caso do polvo afinal foi desvendado..

Fonte:Lusa

Os polvos que deram à costa em Vila Nova de Gaia morreram devido ao excesso de água doce que correu para o oceano durante as fortes enxurradas que assolaram a região nos dias anteriores, revelaram as análises.
De acordo com fonte oficial do Ministério da Agricultura, as análises efectuadas aos polvos pelo Laboratório Nacional de Investigação Veterinária (LNIV), antigo IPIMAR, revelaram que houve um "desequilíbrio na salinidade" dos polvos que lhes provocou a morte.
A explicação para este desequilíbrio está nas enxurradas e chuvas fortes que causaram "escorrências de água doce em elevadas quantidades dos rios para o oceano".

9 comentários:

Anónimo disse...

Boas António,

Impressionante. Isto hoje em dia está tão evoluido que não há nada que não se descubra.

Abraço

Sérgio Tente

bruno disse...

ola Antonio!

Épa esta explicação do desequilibrio na salinidade a mim não convençe!!! mas pronto pode ser que seja verdade!!

abraços

Sargus disse...

Boas António.

É estranho, mas ao que parece choveu como nunca tinha chuvido e os muluscos não aguentaram a água doce, hummmm.

Ok a malta engole essa... Deve ter sido detectada uma enorme quantidade de água doce nos pulmões dos mesmos...

;)

Nuno Gomes Oliveira disse...

Baixa salinidade não foi, seguramente, pois isso afectaria outras espécies, para além dos polvos e, medida no dia 4, a salinidade era de 35, portanto normal.

Nuno Gomes Oliveira

António Matos disse...

Pois é amigos a mim também não me convence, é verdade que choveu mas porque motivo nunca se tinha registado tal fenómeno.
é o que temos.
Abraço

Sargollini disse...

Epah, essa só pode ser para rir...

É mais uma para esquecer!


Abraço
Sérgio

Jorge Lopes disse...

É uma pena que hoje em dia, as "Autoridades" continuem com demonstrações de que sempre haverá coisas que fiquem no "segredo dos Deuses", como se fossemos uma cambada de "inocentes".

Jorge Lopes disse...

É uma pena que hoje em dia, as "Autoridades" continuem com demonstrações de que sempre haverá coisas que fiquem no "segredo dos Deuses", como se fossemos uma cambada de "inocentes".

Jorge Lopes disse...

É uma pena que hoje em dia, as "Autoridades" continuem com demonstrações de que sempre haverá coisas que fiquem no "segredo dos Deuses", como se fossemos uma cambada de "inocentes".