segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Autoridades no terreno contra a Pesca Furtiva na Arrábida







Ao que parece as autoridades acordaram para este problema, mais uma acção de fiscalização na zona de reserva, para não variar mais uns quantos pescadores furtivos.

passo a citar,

 O Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente de Setúbal e a Equipa Marítima do Parque Natural da Arrábida realizaram, na manhã do dia 30, no Parque Marinho Professor Luiz Saldanha, uma fiscalização à pesca lúdica.


A operação compreendeu as áreas entre o Portinho da Arrábida e o Cabo Espichel, em zonas de pesca proibida, tendo sido identificados 11 pescadores em infracção.
Apreenderam 11 canas de pesca, uma faca, sete quilos de percebes, oito sargos, seis bodiões e dois verdugos.

Os autos de contra ordenação e o material apreendido foram entregues na capitania do Porto de Setúbal e os peixes doados a uma instituição de solidariedade social.

Que continuem estas acções aos lúdicos furtivos e aos profissionais.

3 comentários:

PêJotaFixe disse...

Amigo António,
É pena as fiscalizações recairem sempre sobre os mesmos. Há 2 semanas atrás um "rapa" apanhou, descarregou e vendeu 200 caixas de sargos, safias e choupas com menos de 15cm! Na lota o peixe foi quase a zeros mas na praça estava a €8! Onde anda a fiscalização nestes e noutros casos semelhantes?

Abraço e saudações piscatórias

Sargus disse...

Boas António, o problema é que por causa de meia dúzia de lúdicos pagam os outros todos, mas ainda bem que existe fiscalização, e se são apanhados quando sabem que não é permitido é porque arriscam, se arriscam submetem-se a ser também eles capturados...

Já agora que façam cumprir também a lei, mas na água...

Abraço.

António Matos disse...

É verdade amigos, também deviam fiscalizar mais quem mais vai precisar do mar e quem nele trabalha.

Todas as fiscalizações são bem vindas quem anda por bem não teme, quem acha que algo está mal vai à luta e tenta mudar.

Ultimamente ainda que sendo escasso as nossas autoridades parece que se andam a mexer mais ou pelo menos fazem noticia disso.

abraço e obrigado pelos comentários.